Experimente dizer pra qualquer pessoa que você vai pra França. Agora se prepare para todos os comentários: aproveite Paris; meu sonho ir pra Paris; que chique que você vai pra Paris. E não importa o quanto você diga que não vai pra Paris, na volta as mesmas pessoas vão perguntar: como foi Paris?

Aqui vão 7 razões pra mostrar porque a França não é só Paris:

  1. 3% da população francesa mora em Paris;
  2. Os franceses não gostam dos parisienses e os parisienses não gostam da “province”, tudo que não é Paris. (Giac realmente faz uma separação entre franceses e parisienses, como se parisiense não representasse os franceses.);
  3. A cultura francesa é bem regional (como aqui no Brasil) e eles até dividem a cultura com os países limítrofes. Como as comidas dos Alpes, o fondue, que tem na Suíça e tem na França;
  4. Paris é um pequeno país dentro da França, tipo o Vaticano. É uma vitrine, que mostra um pouco da França, e tem muitas atividades, mas que não representa a realidade do resto da França;
  5. Eles não têm queijo. E os crepes não vêm de Paris. Nem o fondue, nem o boeuf bourguignon, nem qualquer outra especialidade francesa;
  6. As pessoas visitam Paris e saem achando que todo francês é chato e pouco acolhedor, mas isso não quer dizer que o resto da França seja assim. Eles são bem mais simpáticos.
  7. Dizer que conhecemos a França depois de uma estadia em Paris é como dizer que conhecemos o Brasil depois de ir ao Rio de Janeiro ou os Estados Unidos depois de ir a Nova Iorque.

Então não, quando uma pessoa diz que ela vai pra França não necessariamente ela vai pra Paris. Assim como uma pessoa que vem pro Brasil não necessariamente vai (apenas) pro Rio de Janeiro. Se a gente não gosta de quando dizem “ah, você é brasileiro? Rio de Janeiro?”, então não vamos sair perguntando se todo francês é parisiense. É bem chato e apenas mostra quão pouco você conhece o país alheio.


Essaye de dire à un brésilien que tu vas en France, et prépare toi pour tous les commentaires : “Profite bien de Paris”, “c’est mon rève d’aller à Paris”, “la classe tu vas à Paris”… Même quand tu dis que tu n’y vas pas, au retour les gens te demandent quand même : “comment c’était à Paris ?”

Voilà 7 raisons qui montrent que la france n’est pas que Paris:

  1. 3% de la population française habite à Paris (15% dans la région parisienne)
  2. Les français n’aiment pas les parisiens (je fais carrément une séparation entre français et parisien tu vois :O). Et les parisiens aiment pas la province !
  3. La culture française est régionale, et partagée avec les pays limitrophes. Paris n’a pas de culture propre, juste beaucoup d’évènements de partout dans le monde.
  4. Paris est un petit pays à l’intérieur de la france, comme le vatican. C’est une vitrine sur l’extérieur, et une zone d’activité énorme, mais qui ne représente pas du tout le reste de la France.
  5. Ils n’ont pas de fromage. Et les crêpes ne viennent pas de Paris. Ni la fondue. Ni le bœuf bourguignon. Ni n’importe quelle spécialité française à laquelle tu penses !
  6. Là où les parisiens ont la réputation d’être peu serviables, les français des autres régions sont plus accueillants !
  7. Dire qu’on a visité la France après un séjour a Paris est comme dire que l’on connait les États Unis après avoir visité New York, ou le Brésil après avoir vu Rio de Janeiro.

Du coup non, quand quelqu’un dit qu’il va en France, il ne va pas nécessairement à Paris. Comme quelqu’un qui va au Brésil ne va pas nécessairement qu’à Rio. Si les brésiliens n’aiment pas quand on dit “tu es brésilien ? De rio de janeiro donc ?”, il ne faut pas demander à tous les français si ils sont parisiens. C’est chiant, et ça montre seulement l’étendue de ton ignorance !

Anúncios