Gante (Gent, Ghent…) é uma cidade medieval e cheia de canais. Eu diria que é uma Bruges maior e com cara de cidade grande. Muitas lojas, transporte público (tram) passando pelo meio da cidade histórica e muitas pessoas também. Pegamos um trem de Bruxelas pra Gante e foi cerca de meia hora. Fomos de tram até o centro e já descemos pertinho da Catedral de St Bavos (Sint-Baafskathedraal), da Torre de Belfry (Belfort) e da Igreja de St. Nicolas (Sint-Niklaasklerk)

Igreja de St. Nicolas (Sint-Niklaasklerk)
Igreja de St. Nicolas (Sint-Niklaasklerk)
gante-2
Torre Belfry
gante-3
Antigo edifício dos Correios (Voormalig Postgebouw)

Fizemos um passeio de barco assim que chegamos e foi ótimo. O guia conta várias curiosidades sobre a cidade, como por exemplo que antigamente a água do rio era tão suja que até os bebês tomavam cerveja (mas tinha só 1% de álcool). Descemos do barco e já entramos no restaurante De Witte Leew. A pedida foi a Carbonade Flamande, prato bem típico da região: carne cozida na cerveja com cebola e muitos temperos gostosos. É acompanhada de batata frita e sério… delícia. Dá água na boca só de lembrar.

gante-6 gante-4 gante-8

gante-7
Castelo visto do canal

gante-9

Reparem na casinha espremida entre os dois prédios. Era a menor casa de Gent, hoje é a cozinha de um restaurante.
Reparem na casinha espremida entre os dois prédios. Era a menor casa de Gent, hoje é a cozinha de um restaurante.

Depois dessa refeição bem leve a gente foi andar, já que não podia dormir. Andamos pelas bordas do canal dos dois lados (Korenlei e Graslei), passamos pela Ponte de St Michael (Sint-Michielsbrug) que tem várias vistas bonitas e fiquei ali um tempo tirando várias fotos e, consequentemente, irritando Giac.

gante-11

gante-13
Igreja St Michael

gante-12 gante-19 gante-18

Subimos na torre de Belfry e, ao contrário de Bruges, nessa torre dá pra subir de elevador e as janelas não tem proteção, então é muito melhor pra tirar foto da vista lá de cima! Passamos pelo castelo (não entramos), na Werregarensteeg, uma rua cheia de grafites, e terminamos o dia na barraquinha de batata frita que dizem ser a melhor de Gante: Frituur Jozef, na praça Vrijdag-Markt. Fazia questão de comer muita batata frita, porque além de ser muito bom, nas barracas sempre tinha opção de molho Andalouse, que eu já era fã antes mas só descobri na Bélgica que era típico de lá. Só alegria!

Catedral St Bavos vista da torre
Catedral St Bavos vista da torre

gante-15 gante-16 gante-17

Barraquinha de batata frita
Barraquinha de batata frita

Blogs que visitei pra pegar algumas dicas antes da viagem: Ducs Amsterdam e Ideias na Mala.

Anúncios